Junho 19 2008

"…e de novo acredito, que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."  

 

     Miguel Sousa Tavares

publicado por contrariadora às 22:22

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30


links
pesquisar
 
blogs SAPO