Janeiro 08 2009

"Não sei quanto tempo passou. Quando dou por mim, continuo sentado à secretária a olhar fixamente para as minhas mãos. Nas minhas mãos perduram as marcas do meu prolongado olhar pleno de interrogações.
«Para uma pessoa ficar estragada é preciso muito tempo.»
Quanto tempo é muito tempo?"

 

 

Haruki Murakami, in Crónica do Pássaro de Corda, trad. Maria João Lourenço, ed. casa das letras.

publicado por contrariadora às 19:31

Talvez dependa do que se faz com ele...
MA-S a 8 de Janeiro de 2009 às 22:44

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
15
16

23
24

26
27
29


links
pesquisar
 
blogs SAPO